NOTÍCIA: IERBB/MPRJ e CPMA finalizam curso de Inclusão e Acessibilidade

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso (IERBB/MPRJ), encerrou nesta quarta-feira (25/08) o curso de capacitação em “Inclusão, Acessibilidade e Políticas Institucionais”, voltado para membros, servidores e estagiários do MPRJ. As aulas ocorreram em todas as quartas-feiras do mês de agosto, com transmissão pelo Teams e carga-horária total de oito horas.

Na última aula, os servidores Sandro Laina e Márcia Nogueira e as Promotoras de Justiça  Coordenadoras do curso, Cristiane Branquinho e Renata Scharfstein relembraram o processo de promoção da Inclusão no MPRJ. Ressaltaram a participação de diversos órgãos e o apoio que sempre tiveram da Administração Superior. Comemoraram as conquistas recentes, como a previsão de cota para pessoa com deficiência para inclusão no programa de estágio, realização do censo, existência de avaliação por equipe multidisciplinar da deficiência, aquisição de tecnologias assistivas, e apontaram os desafios que ainda persistem, entre eles resquícios de barreiras arquitetônicas, comunicacionais e atitudinais.


Sandro Laina ressaltou que ao assistimos as Paralimpíadas acreditamos que tratam-se de momentos de superação daqueles atletas. No entanto, o servidor, que tem deficiência visual e é ex campeão paralímpico, propôs uma nova reflexão: “ali tem garra, tem treinamento, tem dedicação, mas superação mesmo acontece é no dia-a-dia daquelas pessoas, sendo ou não atletas, quando superam todos os obstáculos que existem para fazer as coisas mais simples.”


Renata Scharfstein destacou que o MPRJ é a única instituição, das que ela conhece, que tem um programa de inclusão tão ativo. Segundo a promotora, esse programa, ao modificar a cultura de inclusão na instituição por meio da quebra de barreira atitudinal, tem como reflexo avanços em todos os outros campos e áreas .

Márcia Nogueira explicou toda a dinâmica de trabalho da CPMA, através dos seus subgrupos, e os eixos de atuação. 

O curso foi uma iniciativa da CPMA em parceria com o IERBB/MPRJ, o CAO Cível e de Tutela Coletiva da Pessoa com Deficiência/MPRJ e o CAO Idoso/MPRJ.