NOTÍCIA: Edição do IERBB/CONECTA é dedicada ao meio ambiente e cidades

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso (IERBB/MPRJ), promoveu, na sexta-feira (11/09), edição do IERBB CONECTA com o promotor de Justiça do MPRS Alexandre Saltz sobre “Sustentabilidade, Resiliência e Adaptação: O Papel do Direito à Cidade”. A abertura do evento contou com a presença do procurador de Justiça Sávio Bittencourt, Diretor do Instituto.

O convidado propôs reflexões sobre as consequências da degradação ambiental no espaço urbano, que se reflete em problemas, como uso e ocupação desordenados do solo, poluição, conflitos fundiários, déficit na prestação de serviços público, entre outros.

De acordo com Saltz, “sustentabilidade, resiliência e adaptação” são os três pilares para a resolução da crise ambiental e do que ele apontou como “cicatrizes urbanas”, caracterizadas pela separação entre espaços formais e informais, segregação sócio-espacial e alteração da relação homem x natureza.

“A sustentabilidade decorre da consciência de que um novo modelo de exploração econômica, menos predatório, é necessário para preservar o ambiente e que é essencial a busca do ponto de equilíbrio entre o desenvolvimento social, o crescimento econômico e a utilização de recursos naturais”, explicou o palestrante.

Por fim, o promotor apresentou a obra-manifesto “Direito à Cidade”, conceito criado por Henri Lefebvre em seu livro de 1968, “Le droit à la ville”, sendo adaptado para o Brasil posteriormente. Lembrou que este é um direito humano previsto em vários documentos internacionais, como a Carta Mundial do Direito à Cidade e também A Nova Agenda Urbana, que buscam soluções contra os efeitos negativos da globalização, da privatização, da escassez dos recursos naturais, do aumento da pobreza mundial e suas consequências para a sobrevivência da humanidade e do planeta.

Assista a íntegra da palestra no canal do IERBB/MPRJ no Youtube: